terça-feira, 27 de abril de 2010

O Brasil dos espertos e da dengue

.



Que os Brasileiros são adeptos à Lei de Gerson é uma afirmação verdadeira e não se discute. Como tal lei é muito antiga, muitos jovens provavelmente a desconhece, além de ser muito curta, só tem um artigo (Art. Único: Todo Brasileiro gosta de levar vantagem) Foi criada pelo famoso jogador da seleção brasileira, o canhotinha de ouro Gerson.

Devido à maleabilidade do nosso cotidiano, pode ser aplicada em todos nossos atos e decisões, mesmo sem percebermos a todo o momento estamos fazendo uso de suas atribuições, veja um exemplo: Está tramitando pela Câmara Municipal um projeto de lei que dispõe sobre multar o cidadão o qual for encontrado em seu domicilio um foco do mosquito da dengue, justo, pois o controle epidemiológico é um trabalho social um dever de todos, seja cada um do povo tem sua parcela de contribuição, quem não cumpre sua meta que seja multado.

Todo o mundo já ouviu a frase: ”Faça sua parte que eu farei a minha” o que diz a Lei da dengue sobre o foco do mosquito encontrado em áreas conservadas pela Prefeitura? Quem seria o beneficiário ao respectivo numerário arrecadado com a cobrança de tal infração?

O fato demonstra claramente que a Prefeitura está usando a Lei de Gerson, e nem sabemos se a mesma está fazendo sua parte nesse acordo para acabarmos com a dengue, será que ela já fez brilhantemente sua parte e o cidadão não terminou a sua?

Resta esperarmos que nossos vereadores estudem bem esse projeto e reveja a parcela de culpa de cada um, nota-se que, a área de responsabilidade da prefeitura encontra-se em precário estado de conservação, há muito lixo deixado pelas ruas e muito entulho de construção, galhos de arvores etc. è lógico afirmar se tirar materiais que favorecem o aparecimento de um foco de dengue do quintal e colocar na rua e o mesmo não é retirado, na rua ele também não está criando um ambiente propicio ao aparecimento do foco?}

Bem, como podem ver Sr.vereadores, a questão não é fácil de resolver.

4 comentários:

Anônimo disse...

Boa matéria! À administração está sendo falha, quanto responabilidade de se prevenir contra este mosquito hospedeiro da dengue. Na rua do araês, próximo da empresa que opera na construção da (E.T.E),encontra-se um entulho(gramineas), que já está à aproximadamente dois meses! Com uma tal norma desta tramitando, deveria, o município, enfocar preliminamente nos elementos próbios da sua competência.

Anônimo disse...

Corolário ao comentário supra, parece que a nossa cidade, é um paraiso para o mosquito transmissor da dengue, encontra-se aqui: hotéis,restaurantes,parques, cinemas, anfi-teatro, mulheres bonitas, o que este hospede quer mais?

Anônimo disse...

òtimo comentário ! As críticas devem ser reais e construtivas, o que não podemos é denegrir a imagem do outrem, no momento oportuno, para favorecer a si próprio, isto é ato meramente covarde!

Conde disse...

Vocês tem que contratar, um secretàrio (a), minha mensagem foi postergada novammente? A coisa é boa quentinha, não é?