domingo, 13 de fevereiro de 2011

Turma do CQC são detidos usando farda


Oscar Filho e outros integrantes de equipe de televisão foram detidos após serem flagrados usando farda e abordando ‘clientes’ bem no meio da rua
Uma equipe do programa humorístico CQC, da Band, foi presa tarde de sexta-feira, na Rua Oscar Freire, em São Paulo. Segundo a polícia, os humoristas estavam vestidos de policiais e abordavam as pessoas, oferecendo celulares e relógios como se fossem objetos furtados. Entre os detidos estava o humorista Oscar Filho.
Em entrevista, o humorista confirmou que esteve no 14º DP (Pinheiros). Segundo ele, ao todo foram seis pessoas detidas. Na delegacia, os policiais não quiseram dar detalhes do caso.
Oscar Filho chegou a comemorar a prisão em sua página no Twitter: "Tenho uma informação: estou sendo conduzido para a delegacia... CQC de volta à ativa!". O humorista, inclusive, divulgou uma foto dele usando uma farda de policial militar.
A Band informou que não irá se manifestar sobre a prisão dos integrantes do CQC. No entanto, a emissora fez questão de ressaltar que mantém respeito pela Polícia Militar e seus integrantes.
Essa não foi a primeira vez que o humorista Oscar Filho se envolveu em confusão com repercussão. Em novembro de 2009, ele causou polêmica ao publicar em sua página no Twitter a seguinte mensagem: "Essa história de crucificação é bobagem. Pra mim Jesus era masoquista".
Após a publicação, ele foi alvejado por respostas de centenas de cristãos, que se sentiram ofendidos. O humorista não chegou a pedir desculpas e ainda ironizou: "Desculpa fazer piada com um cara que eu não acredito que existiu. Pra mim é folclore", escreveu.

Nenhum comentário: